Avaliação estatística do desgaste da ferramenta de corte de metal duro

Escarlet B. Silva, Luciano J Oliveira, Alan Monteiro Ramalho

Resumo


 

A usinagem é considerada um processo de fabricação onde tem-se remoção de material na forma de cavaco, conferindo à peça de trabalho forma, dimensões e acabamento. Pode-se dizer, que o torneamento é o processo de usinagem mais executado na indústria, por ser fácil de operar e economicamente viável, apresentando uma grande participação na fabricação de peças usinadas. Este trabalho tem como objetivo principal avaliar o desgaste de uma ferramenta de corte de metal duro após a operação de

torneamento, bem como avaliar a efetividade do método utilizado por análise estatística. O material escolhido para os testes de usinagem foi o aço AISI 1020. Para os testes de usinagem, foram realizadas operações de desbaste em torno CNC, onde avaliou-se alguns parâmetros como rugosidade, temperatura e o diâmetro da peça a cada passe. Foram realizados ensaios de dureza Rockwell B, análise metalográfica, e a medição da dimensão da ferramenta para avaliar o desgaste. Espera-se que os resultados forneçam informações qualitativas e quantitativas, necessárias para indicar que a ferramenta de corte metal duro é eficiente na usinagem do metal ferroso avaliado, principalmente considerando aspectos de desgaste.

 

 

Palavras-chave: usinagem, torneamento, metal duro.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25242/885X82220181542

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 ESCARLET B. SILVA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.